A UHE Tucuruí (PA) a segunda maior hidrelétrica 100% nacional passará por uma modernização e digitalização do seu sistema de resfriamento de turbinas. A ação ocorrerá por meio de um projeto de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) que começou a ser executado no último dia 15 de fevereiro. O investimento é de R$ 16 milhões, com aplicação de recursos da Aneel e da Eletronorte. A meta é permitir o aumento da disponibilidade e melhorias na operação e desempenho, reduzindo as sinalizações de alta temperatura nas unidades geradoras e aumentando a vida útil dos ativos. Os resultados serão entregues até fevereiro de 2025.

A Eletronorte informou que o projeto intitulado de Digitalização e Modernização do Sistema de Resfriamento das Unidades Geradoras da UHE Tucuruí – Sistema de Resfriamento Inteligente (Siri), inclui a automação do sistema de resfriamento por meio de uma nova malha de sensores, criação de sistema supervisório e banco de dados para a aplicação de inteligência computacional, auxiliando o gerenciamento e tomadas de decisão. Além disso, também serão aprimorados os sistemas de filtração e de tratamento da qualidade da água de resfriamento.

O projeto é executado em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial e o Instituto Senai de Inovação em Tecnologias Minerais (ISI-TM), localizado em Belém/PA. A ação foi idealizada durante a I Maratona de Inovação Tecnológica da Diretoria de Operação e Manutenção, realizada em novembro de 2020. O evento, que este ano vai para a sua terceira edição, visa o fortalecimento da cultura de inovação na Eletronorte.

FONTE: https://www.canalenergia.com.br/noticias/53203301/tucurui-passara-por-modernizacao-e-digitalizacao