A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (15) a minuta do edital do primeiro leilão de transmissão de 2022. O certame está marcado para 30 de junho, na sede da bolsa de valores de São Paulo, a B3.

A minuta prevê a construção de 5.291 quilômetros de novas linhas de transmissão. A expectativa é de investimentos da ordem de R$ 15,3 bilhões.

A minuta vai ser analisada pelo Tribunal de Contas de União (TCU), que pode propor algumas mudanças. Em maio, a diretoria vota a versão final do edital.

O leilão terá 13 lotes. Serão erguidas linhas de transmissão nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.

A maior parte do investimento previsto é para o estado de Minas Gerais. Os lotes de 1 a 3 devem movimentar R$ 12,08 bilhões para ampliar a capacidade de transmissão da região Norte do estado. O principal objetivo, segundo a Aneel, será o escoamento da energia gerada por fontes renováveis.

O estado de Amapá também será contemplado com 217 quilômetros de novas linhas de transmissão. O diretor Sandoval de Araújo Feitosa destacou que o lote será importante para aumentar a confiabilidade do atendimento da região Macapá, que sofreu em 2020 um dos maiores apagões da história do país.

Complemento

As empresas vencedoras do leilão terão de concluir as obras entre 42 a 60 meses, contados da assinatura dos contratos de concessão. A assinatura está prevista para 30 de setembro. Já o prazo de concessão das linhas será de 30 anos.

Para participar do leilão, as empresas interessadas terão de ter patrimônio mínimo suficiente para suportar aportes previstos em projetos arrematados nos últimos 18 meses. A cláusula foi incluída após a agência ter recomendado ao Ministério de Minas e Energia, no ano passado, a revogação da concessão de cinco empreendimentos de transmissão por atrasos em obras e outras irregularidades.

FONTE:https://g1.globo.com/economia/noticia/2022/02/15/aneel-aprova-minuto-de-edital-que-preve-investimento-de-r-153-bi-em-novas-linhas-de-transmissao.ghtml