Em 2021 houve uma disparada no interesse de empresas nacionais e multinacionais com sede no Brasil por certificados de energia limpa. Isso é resultado direto da preocupação de empresários com a sustentabilidade. 

Os certificados conhecidos como I-RECs são emitidos pelo Instituto Totum. Os  I-RECs são emitidos para empresas interessadas em comprovar a origem renovável da energia. 

Empresas que possuem metas de redução de emissões ou que estão enquadradas em índices corporativos de sustentabilidade também costumam se interessar pela certificação. 

A previsão é que a emissão dos I-RECs mais que dobre em relação a 2020. Estatais como a Copel e a italiana Enel estão na lista de instituições que buscaram o Totum para conseguir certificar o uso de energia limpa. 

Em 2020, o Instituto Totum gerou 2,5 milhões de certificações no Brasil. Nos 4 primeiros meses de abril já foram requisitados 4 milhões de certificados de energia limpa. A expectativa é chegar até 10 milhões até o final do ano. 

Quem pode pedir os I-RECs?

Os I-RECs são emitidos para empresas que produzem energia renovável. Usinas hidrelétricas, solares, eólicas e biomassa. Cada I-REC equivale a 1 megawatt-hora em eletricidade.